A revisão do pacto federativo será uma das principais lutas de Rogério Salles (PSDB) no Senado Federal. Este foi o compromisso assumido pelo candidato a senador, junto a dezenas de vereadores do interior do Estado, em reunião realizada nesta semana.

Para Rogério Salles as receitas devem ser melhor divididas entre União, Estados e municípios.Atualmente a União fica com 60%, o Estado 23% e o município arrecada somente 17% das receitas.

“Essa distribuição é inadmissível, tem que chegar mais receitas para o Estado e para os municípios, pois a população recorre a essas duas instâncias no momento de reivindicar saúde, segurança, educação e tantas outras necessidades”, disse ele.

Salles citou como exemplo que, para atender a crescente demanda, a maioria das prefeituras usam mais do que os 15% regulamentados por lei na Saúde, o que acaba prejudicando os investimentos em outras áreas.

Leia também:  Por questões éticas advogado se recusa a continuar em defesa de Michel Temer

Segurança nas fronteiras

Salles disse ainda que vai apresentar proposta para que o Governo Federalassuma de maneira definitiva o controle das fronteiras com outros países e participar mais fortemente na segurança das cidades.

Ele explicou que controlando a fronteira o tráfico de drogas deverá reduzir os problemas sociais relativos ao uso de entorpecentes, além de haver a diminuição dos índices de violência em Mato Grosso.

“Todos os dias vemos notícias de famílias que são destruídas por causa das drogas, além de escutarmos falar de assaltos, roubos de carros que vão para a Bolívia. O Estado sozinho não tem capacidade de controlar a fronteira, por isso acredito que o Governo Federal tem que ter atenção especial sobre este assunto”, finalizou ele.

Leia também:  Deputado Eduardo Botelho prioriza saúde do Estado

Apoio

Cerca de 50 vereadores e suplentes do PDT, DEM, PP, PSB, PPS, PSC, PSDC, PRB, PRP, PSDB, PV, PTB e PSL declararam apoio esta semana a Pedro Taques (PDT) e Rogério Salles (PSDB). Os parlamentares representavam 16 municípios mato-grossenses.

Além de Cuiabá e Várzea Grande, o evento contou com representantes de Alto Paraguai, Porto Estrela, Barra do Bugres, Nobres, Rosário Oeste, Santo Antônio, Santa Rita do Trivelato, Jangada, Chapada dos Guimarães, Nortelândia, Denise, Arenápolis, Alto Araguaia e Itanhangá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.