A Rússia é considerada o segundo maior importador da proteína bovina mato-grossense sendo responsável por 20,38% das exportações do Estado de Mato Grosso. As informações são baseadas em dados do mês de julho/14 da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgadas pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Recentemente a Rússia anunciou sanções à importação de produtos alimentícios provenientes dos EUA, Canadá, Noruega, Austrália e UE por um ano, entre eles, a carne bovina.

Analisando os dados da alfândega russa, para a sigla em inglês FCS, atenta-se ao fato de que os países sancionados representavam, em 2013, 56,93% das importações de carne bovina da Rússia, e que no primeiro semestre de 2014 a participação deles caiu para 44,29%, com uma tendência de diminuir ainda mais.

Leia também:  UNEMAT divulga lista de aprovados do vestibular 2017/2

Esta é uma oportunidade onde é necessário que as dez plantas mato-grossenses habilitadas a exportar para a Rússia aproveitem o momento, preenchendo a lacuna deixada pelos concorrentes diretos desse mercado.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.