Foto: Varlei Córdova / AGORA MT
A principal reivindicação dos servidores federais de MT é quanto ao reajuste salarial – Foto: Varlei Córdova / AGORA MT

Os servidores da Justiça Federal de Rondonópolis se uniram ao estado após assembleia do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal do Estado de Mato Grosso (SINDIJUFE-MT) na última segunda-feira (25), aderiram ao movimento nacional. Ao menos 19 dos 21 servidores da JF-ROO aderiram à greve por tempo indeterminado.

Desde ontem (26), as portas da Justiça Federal estão fechadas no período da manhã. Durante o período vespertino serão realizados 30% dos serviços essenciais como protocolar documentos, alvará de soltura, prisões e o cumprimento de mandados urgentes.

No estado, a greve teve início no dia 18 de agosto e a principal reivindicação dos servidores federais de Mato Grosso é pressionar o Supremo Tribunal Federal para que busque uma negociação com o governo quanto ao reajuste de perda salarial até 31 de agosto, último dia para que o Executivo encaminhe os valores para o orçamento do Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentária (PLDO) 2014 para o Congresso.

Leia também:  É preciso ter coragem para ser você

A categoria ficou entre os anos de 2006 a 2012 sem reajuste nos salários. Os servidores esperam que o reajuste seja aprovado durante a votação no Congresso no final de dezembro deste ano.

Atualmente, Mato Grosso conta com 1.100 mil servidores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.