A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu hoje (7) manter em três anos e um mês de prisão a pena dos pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, condenados pelo acidente entre o jato Legacy e o Boeing 737 da empresa aérea Gol, em 2006, no qual 154 pessoas morreram.

A maioria dos ministros entendeu que não é possível aumentar a pena base dos condenados com base no número de vítimas, conforme pedido do Ministério Público Federal. A pena foi definida pela Justiça Federal. O tribunal também rejeitou pedido do Ministério Público de prisão preventiva dos pilotos, que estão nos Estados Unidos.

Advertisements
Leia também:  Homem é preso em flagrante dentro de ônibus com R$ 700 mil em mala

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.