Incentivar o abandono do cigarro é o objetivo do Programa Nacional de Controle do Tabagismo. Em Jaciara, a Secretaria Municipal de Saúde oferece a população o tratamento em duas unidades do Programa Saúde da Família (PSF), com encontro marcado todas as sextas-feiras.

De acordo com o secretário de Saúde, Edinaldo Fernando de Souza, a princípio são dois grupos com pessoas que fumam e desejam largar o vício, os quais são acompanhados pela psicóloga Mirna Aparecida Thomé Monte, pelas enfermeiras dos PSF 3, Fernanda e do PSF 8 Patrícia Rodrigues e dos médicos que atendem nas duas unidades.

Com apenas duas semanas frequentando o grupo, o paciente José Ailton da Silva, de 37 anos, declara que está há quatro dias sem colocar o cigarro na boca. Ele começou a fumar quando tinha apenas 10 anos de idade e de lá para cá foram várias tentativas frustradas.

Leia também:  Inscrições do concurso público da UFMT já estão abertas

“Até o presente momento posso dizer que este tratamento é muito bom. Todos nós sabemos o quanto é difícil deixar este vício e sem ajuda destes profissionais aqui do PSF 8 para mim seria impossível conseguir esta vitória.”, relata.

Dona Nair Facco Pastorello, tem 61 anos de idade e fuma há 30 anos. Ela é uma das 12 pessoas que começaram a participar dos encontros do Grupo Anti-Tabagismo do PSF 3, na sexta-feira (08). “Fiquei sabendo do programa através da agente comunitária de saúde que visita meu bairro, a Deuzita, como ela sabia que eu fumava me explicou como funcionava o grupo e resolvi participar”, disse.

Outro paciente do programa, atendido no PSF 8, revela que sua iniciativa em procurar o tratamento pelo Sistema Único de Saúde foi motivada pela vergonha e para melhorar a sua qualidade de vida. “Hoje em dia é muito feio fumar, quando vou a Cuiabá passo mais de quatro horas sem colocar um cigarro na boca. Você não vê mais pessoas fumando em locais públicos como antigamente”.

Leia também:  Indea abre inscrições para treinamento voltado a médicos veterinários autônomos

Integrante do grupo de apoio do PSF 8, Evandro Carlos Bihaim, de 37 anos, fala que fuma há 20 anos e que chegou a hora de parar de uma vez por toda. “Estou freqüentando as reuniões há duas semanas e já reduzi pela metade o cigarro, com o auxilio do adesivo indicado pelo doutor Rogério Poser e distribuído pela Saúde”.

O secretário de Saúde frisa que o controle do tabaco é uma importante medida de prevenção de doenças. O ato de fumar, assim como uma alimentação não saudável, não praticar atividades física e uso abusivo de álcool, estão entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de infarto, AVC e câncer.

Leia também:  Alto Araguaia | Exportação cai 11% no mês de julho

SAÚDE MUNICIPAL LANÇA MEDIDA CERTA

“Outra ferramenta que utilizaremos para auxiliar a mudar o dia-a-dia dos integrantes do grupo Anti-Tabaco é Projeto Medida Certa, que será lançado na próxima quarta-feira, às 6h30 da manhã, na Associação Atlética do Bando do Brasil (AABB)”, ressalta Edinaldo.

O Medida Certa terá como instrutor o educador físico Fernando, que irá proporcionar aos integrantes várias atividades físicas como dança, caminhada, ciclismo, exercícios livres e com equipamentos ao ar livre, entre outras atividades.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.