O locutor esportivo Waldemar Ruy dos Santos, conhecido como “Asa Branca”, volta a Rondonópolis, para participar do rodeio da 42ª Exposul. O locutor comemora sua participação  em rodeios desde a recuperação de uma série de complicações médicas em 2013.

Por 83 dias, Asa Branca ficou hospitalizado devido a uma criptococose, popularmente chamada “doença do pombo”, que atinge o sistema nervoso. Waldemar também teve hidrocefalia e foi submetido a seis cirurgias no cérebro.

Com 52 anos, 30 deles dedicados ao rodeio, o profissional sempre mostrou sua paixão pelo rodeio. Logo no início da carreira Asa Branca sofreu um acidente quando um boi pisou em seu abdômen e, por consequência disso, teve uma hemorragia interna no pâncreas. Foram quatro meses hospitalizados, mas isso não o afastou das festas de peão. Waltemar foi convidado a participar de programas de rádio para falar sobre o assunto e quando se recuperou foi convidado a narrar em um rodeio, dando início a grande carreira de locutor. “A partir dai, não parei mais” explica o locutor.

HISTÓRIA

As histórias da vida de Asa Branca são marcadas por momentos inesquecíveis e algumas  situações de perigo. O primeiro acidente aconteceu em 1991, quando seguia com uma tropa para uma festa em São Pedro – SP e o caminhão em que estava capotou em uma serra. O outro, foi em 1998.  Asa Branca e uma equipe sobrevoava o Morro do Diabo (Teodoro Sampaio) quando o motor do avião pegou fogo.

Em meio há dias difíceis, o profissional participou de várias novelas, como Mulheres de Areia, Rei do Gado, Ana Raio e Zé Trovão e também foi convidado para apresentar os cantores no programa especial ‘Amigos’.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=5ZoiEg1jQ0A&list=UUCUete_T6eFKbuUNfvFx40A[/youtube]

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.