O senador e candidato ao Governo, Pedro Taques (PDT), está sendo acusado de manipular pesquisas e tentar iludir o eleitor com a divulgação de uma pesquisa que sequer teria sido registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O candidato ainda foi multado em R$53,2 mil.

De acordo com a representação, a coligação de Taques teria divulgado resultados de pesquisas veiculadas em sites no qual invertia os números de intenção de voto dos também candidatos Lúdio Cabral (PT) e José Riva (PSD), sem registros.

A Justiça Eleitoral acatou o pedido “É óbvio que tal declaração tem por finalidade convencer o eleitorado de que ele está à frente nas pesquisas, sem, entretanto, ter se cercado das precauções mínimas necessárias para divulgar tais dados.  Se ele tinha a intenção de contestar eventuais pesquisas, que contratasse outra pesquisa obedecendo aos requisitos estabelecidos em lei, sendo um deles, o prévio registro no TRE/MT, possibilitando assim, o controle por parte de outros candidatos e partidos interessados”, diz a decisão.

Leia também:  Vereador Thiago Silva atende comunidade do Tancredo Neves através de gabinete itinerante
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.