Cerca de 70m de água servida a céu aberto, vinda da Penitenciária Major Eldo Sá Correa (Mata Grande), tem causado transtorno para moradores da região que sofrem com o odor e possibilidade de doenças.

Anésia Rodrigues, proprietária de um estabelecimento próximo a unidade prisional, afirmou que há alguns meses o odor tem se tornado muito intenso e inclusive que é possível ver urubus sobre a região, o que pode trazer doenças para as pessoas.

A princípio a água servida do anexo da Mata Grande, que deveria seguir para estação de tratamento de água e posteriormente para uma galeria e acabar no tanque de captação da água tratada, está sendo desviada para uma galeria de água pluvial e escoada para a rua sem o tratamento adequado, próximo à entrada da unidade prisional.

Leia também:  Repasse de ICMS deve aumentar em 2018 em Rondonópolis

O subdiretor do Presídio Major Eldo Sá Correia, Mata Grande, Ailton Ferreira, explicou que o problema já foi observado e tomadas as medidas necessárias para que seja solucionado ainda esta semana.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.