Apesar do interesse declarado da McLaren, Fernando Alonso não pensa em deixar a Ferrari. Pelo menos “no momento”. Em entrevista à TV inglesa “Sky Sports”, o espanhol voltou a reforçar seu comprometimento com a escuderia italiana, com quem já foi vice-campeão em três ocasiões. O time britânico tem o bicampeão mundial como sonho de consumo para comandar sua nova “Era Honda”, apesar da saída conturbada do piloto da equipe no fim de 2007. Segundo a imprensa europeia, cláusulas no contrato permitiram Alonso rescindir com a Ferrari apesar do vínculo se estender até 2016.

– No momento, não é minha intenção se mudar. Eu quero vencer pela Ferrari. Eu quero vencer aqui e terminar o trabalho que começamos alguns anos atrás e aí vamos ver o que o futuro nos reserva.

Leia também:  Brasil joga primeira partida do Grand Prix em Cuiabá

Em seu quinto ano na Ferrari, Alonso encontra-se na quarta colocação, com 121 pontos, sem vitórias e com quase a metade da pontuação do líder do campeonato, Nico Rosberg, da Mercedes. Vice-campeão em três das últimas quatro temporadas, o espanhol nunca esteve tão distante da briga pelo título a essa altura do campeonato. Apesar da quarta posição do bicampeão, a Ferrari tem tido dificuldade para competir com RBR e Williams para ser a segunda força de 2014, atrás das Flechas de Prata.

– Nossa temporada tem sido frustrante, porque tínhamos grande esperança de que, com as novas regras começando do zero para todas as equipes, poderíamos ter uma vantagem em razão de nossas instalações e de nossa dedicação. Mas vimos que não estamos no caminho certo e não estamos competitivos. Estamos muito distantes dos líderes, mais do que qualquer outra temporada, e às vezes ficamos a 1s5 das Mercedes – analisou.

Leia também:  2ª Noitada de Boxe Olímpico acontece em Rondonópolis

As especulações sobre a saída de Alonso da Ferrari se intensificaram no ano passado, quando a equipe, novamente, não foi capaz de lhe entregar um carro capaz de competir de igual para igual com a RBR de Sebastian Vettel. Na ocasião, o espanhol teve seu nome especulado em RBR e McLaren, mas preferiu continuar no time italiano justamente na esperança de que nesse ano, com a revolução no regulamento, a equipe fosse capaz de sair na frente das rivais – o que não aconteceu.

– Obviamente, muito tem sido falado desde o ano passado, mas da minha boca nunca veio nada sobre interesse de sair da Ferrari ou nenhuma palavra dizendo que me juntarei a outra equipe. Há muitas especulações, que não estão perturbando, mas criam um pouco de tensão e estresse. Mas ao mesmo tempo você se sente orgulhoso, feliz, que os melhores times tenham interesse em você e digam isso em público.

Leia também:  Futebol em luto: morre Gilson Lira

O próximo desafio de Alonso na temporada 2014 é o GP da Itália, neste fim de semana. A TV Globo transmite a corrida ao vivo no domingo, dia 7 de setembro, a partir das 9h (horário de Brasília).

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.