artista Nalme MendonçaA artista plástica rondonopolitana, Nalme Mendonça, teve sua obra “Temporada do Pequi” aceita na 12ª Bienal de Artes Naifs do Brasil, edição 2014. A mostra, que acontece em Piracicaba (SP), tem a participação de 81 artistas de 16 Estados e conta com 106 obras (pinturas, esculturas, gravuras, bordados, tecelagens, entre outras).

De acordo com a artista, a obra selecionada foi inspirada em um passeio de domingo no assentamento Carimã, município de Rondonópolis. “O intuito é levar a beleza do cerrado e a gastronomia mato-grossense para o restante do país”, comenta.

A mostra dos selecionados nessa edição teve início no dia 07 do mês passado e segue até o dia 30 de novembro, no Sesc Piracicaba. “É um enriquecimento do currículo artístico e também contribui com a construção da minha história enquanto artesã”, disse Nalme.

Leia também:  Sebastião Rezende busca dar celeridade em construção do Ganha Tempo

A Bienal Naïfs do Brasil, realizada pelo Sesc São Paulo na unidade de Piracicaba, foi criada em 1986, com uma exposição coletiva reunindo artistas classificados como ingênuos ou espontâneos, dentro do projeto “Cenas da Cultura Caipira”. Em 1992, com caráter bienal, o evento passa a privilegiar a participação de artistas plásticos, cujas obras se enquadram na categoria de arte ingênua – também chamada naïf ou naïve. Com a bienal, o Sesc SP formou um acervo de arte naïf com obras de artistas da maioria dos Estados brasileiros.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.