Às vésperas de dois eventos de MMA em Porto Velho, a Copa Norte de Jiu-jítsu e o 5º Cipriano’s Combat, os atletas da Raça Cipriano de Guajará-Mirim, pretendem sair da fronteira e disputar os campeonatos na capital. Para isso, além dos treinos intensos, os lutadores enfrentam um desafio a mais: a falta de recursos.

Sem patrocínio, o grupo formado por 10 atletas pretende vender sanduíches na academia onde treina e arrecadar R$ 500 para pagar as despesas da viagem. A distância é grande, mas eles estão determinados. Como motivação, relembram a conquista em Rio Branco (AC), quando conquistaram várias medalhas. A equipe pretende repetir o feito em Porto Velho. O primeiro passo é a venda de sanduíches, que custa R$ 5 e dá direito a um suco.

Leia também:  MT fatura ouro e prata na luta olímpica dos Jogos Escolares

– Precisamos de apoio para nossos atletas representarem Guajará no campeonato. No momento, esta é a alternativa que encontramos e vamos conseguir nosso objetivo – diz o mestre Neto Ribeiro.

Os atletas selecionados para as disputas são: Freddy Torrico, Yago Passos, Paulo Lopes, Maison André, Eric Cavalcante, Eurico Neto, Francisco Edileuso Filho, Everton Bruno e Naira Lima e Felipe Nascimento.
Eles lutarão na Copa Norte de Jiu-jítsu, no dia 13 de setembro. A competição tem premiações que vão de R$ 300 a R$ 800, além de medalhas.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.