O senador Blairo Maggi (PR) rebateu às críticas do candidato da coligação Amor a Nossa Gente, Lúdio Cabral (PT), sobre o financiamento da família Maggi Scheffer ao senador Pedro Taques, embora o PR seja parte da aliança com o PT, PMDB e PROS. Por meio de nota, Blairo explica que não tem nenhum compromisso político com Ludio.

“Em momento algum mantive qualquer tipo de entendimento político com ele. Desde 26 de abril, anunciei que não participaria do processo eleitoral e, desde então, tenho me dedicado inteiramente ao meu mandato de senador da República”.

Blairo comentou o fato de seus primos fazerem doações milionárias para a campanha do senador Pedro Taques é algo pessoal de cada um deles. “Quanto às doações feitas por meus familiares ao candidato Pedro Taques, são atitudes tomadas na individualidade de cada doador e de seus próprios negócios, sobre as quais não me manifesto por respeitar a iniciativa de cada um. Além do mais, são doações lícitas e transparentes. Minha única doação financeira está registrada no Tribunal Regional Eleitoral e foi destinada ao meu amigo, Adilton Sachetti”.

Leia também:  Prefeito recebe diretores e encaminha demandas da Educação

O senador republicano doou R$ 250 mil ao amigo de longa data e vizinho na Vila Birigui, em Rondonópolis.

No final da nota, o senador Blairo Maggi reitera seu posicionamento como isento e distante das eleições de Mato Grosso e diz que reafirma seu compromisso de permanecer em Brasília e defender os interesses do Estado.

Em entrevistas à imprensa cuiabana, o petista Lúdio Cabral disse que Blairo Maggi não estava na campanha dele e chegou a sugerir que ele estivesse ao lado de Pedro Taques, já que os parentes do senador e seus amigos como Adilton Sachetti e Luiz Antônio Pagot estão na oposição.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.