O Brasil aparece em dose dupla no top 10 da revista inglesa “Autosport” dos melhores pilotos da Fórmula Indy. O paulista Hélio Castroneves e o baiano Tony Kanaan ocupam a segunda e a sexta posições, respectivamente, do ranking da temporada 2014. Castroneves brigou pelo título até a última etapa e terminou como vice-líder, enquanto Kanaan, em sua estreia com a equipe Ganassi, apresentou evolução ao longo do ano e venceu a prova de encerramento do calendário. O campeão Will Power encabeça a lista feita pela publicação.

Disputando a Fórmula Indy desde 2001, sempre pela Penske, Castroneves beliscou o inédito título mundial pelo segundo ano consecutivo. O brasileiro de 39 anos, três vezes vencedor das tradicionais 500 Milhas de Indianápolis (2001, 2002 e 2009), foi descrito pela revista inglesa como um piloto rápido e consistente, apesar de ter tido que se contentar com o vice-campeonato pela quarta vez na carreira – também terminou em 2º em 2002 e 2008.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional

– A força do piloto tem se revitalizado desde sua queda de rendimento em 2011, mesmo que ele carregue a infeliz distinção de ter sido vice-campeão por quatro vezes – algo difícil de aceitar em uma temporada que ele perdeu sua quarta vitória nas 500 Milhas por apenas 0s06, mas prova de que ele continua sendo um piloto rápido e consistente – afirma o texto.

Por sua vez, Kanaan encarou os desafios de trocar de equipe, após três temporadas na KV. Vencedor das 500 Milhas no ano passado e campeão da temporada 2004, o baiano de 39 anos terminou a disputa em 7º no ranking de pilotos e ganhou elogios da “Autosport” pela forma como encarou a estreia na Ganassi, substituindo ninguém menos que o tetracampeão Dario Franchitti.

Leia também:  União faz neste sábado primeiro jogo da final do sub-19

– Kanaan enfrentou uma dura missão em substituir Dario Franchitti na Ganassi, especialmente no cenário de mudanças que estão ocorrendo dentro do time. Mas ele evoluiu de forma admirável e se destacou desde o início da temporada. Merecia ter vencido uma corrida antes da prova de encerramento.

O top 10 da “Autosport” tem ainda o francês Simon Pagenaud (3º), o colombiano Juan Pablo Montoya (4º), o neozelandês Scott Dixon (5º), o colombiano Carlos Muñoz (7º), o americanos Ryan Hunter-Reay (8º) e Josef Newgarden (9º), e o francês Sebastien Bourdais (10º).  Em 2015, a Fórmula Indy estará de volta ao Brasil, desta vez com etapa disputada em Brasília, marcada para o dia 8 de março.

Leia também:  Rodada "madrasta" coloca Luve de volta ao Z-4
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.