O Dia Nacional do Atleta Paralímpico é celebrado pela primeira vez no País neste dia 22 de setembro de 2014, dando sequência as comemorações ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (21 de setembro). A celebração é lembrada pela primeira vez, já que a data foi oficializada pelo Congresso Nacional ainda este ano.

De acordo com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), “a data deve ser celebrada uma vez que a prática esportiva é, não só uma técnica de reabilitação, mas um meio de inclusão dessas pessoas”. O Brasil possui posição de destaque no cenário paraolímpico mundial: somos a sétima potência mundial neste ramo de atividade esportiva. O CPB busca representar e liderar o movimento paralímpico brasileiro, buscando a promoção e o desenvolvimento do esporte de alto rendimento para pessoas com deficiência.

Leia também:  Internacional pode ser excluído da Série B após denúncias de documentos falsificados

Para a entidade, as duas datas (21 e 22 de setembro) são momentos de muita importância. “Nunca é demais ressaltar que, em sua origem, o movimento paralímpico brasileiro surgiu a partir do movimento de luta das pessoas com deficiência, como meio de afirmação de seu potencial”, destaca a entidade.

É fundamental a conexão entre as duas datas: luta da pessoa com deficiência e atletas paralímpicos. “O esporte tem um poder transformador inquestionável. É uma das ferramentas mais poderosas para promoção da saúde, educação e inclusão social. No caso dos atletas com deficiência, o esporte tem ainda o poder de por meio da afirmação da diferença, mudar a percepção das pessoas. Sejam elas com ou sem deficiência”, enaltece o CPB.

Leia também:  União precisa vencer para ficar com título do sub-19
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.