A Comissão Europeia anunciou ontem (5) apoio de 140 milhões de euros na luta contra o vírus ebola na Guiné-Conacri, em Serra Leoa, na Libéria e Nigéria, quatro dos cinco países africanos afetados pela doença.
Do total, 38 milhões de euros destinam-se a ajudar os governos dos países afetados a melhorarem os seus serviços de saúde.

Os 5 milhões de euros irão custear o fornecimento de laboratórios móveis para a detecção do ebola e a formação de profissionais de saúde.

Outros 97 milhões de euros vão financiar operações de apoio ao orçamento da Libéria e de Serra Leoa, a fim de reforçar a capacidade de prestação de serviços públicos.

A ajuda financeira de Bruxelas envolve ainda as áreas de segurança alimentar, abastecimento de água e saneamento.

Leia também:  Telejornalismo da Globo recebe duas indicações ao Emmy Internacional 2017

A Comissão Europeia tem intensificado sua resposta à epidemia desde março. Foram destacados peritos em ajuda humanitária para a região para acompanhar a situação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.