Palco de algumas das corridas mais emocionantes da história, Suzuka é o próximo destino da Fórmula 1. E, a menos de duas semanas para a prova, Lewis Hamilton já pensa nos desafios que vai encarar no tradicional circuito nipônico. O novo líder do campeonato venceu o GP do Japão em 2007, quando a disputa foi realizada em Fuji, mas tem o terceiro lugar de 2009 como melhor resultado em Suzuka. Após triunfar na Itália e em Cingapura, o objetivo do inglês é quebrar o incômodo tabu de vitórias no local onde o ídolo Ayrton Senna conquistou seus três títulos mundiais.

– Suzuka é a única pista onde eu faço questão de ganhar. É o meu grande alvo – afirmou o piloto da Mercedes.

Leia também:  Atleta da Seleção brasileira de Hóquei é assassinado com tiro na nuca em SP

Válido pela 15ª etapa da temporada, o GP do Japão também desperta o interesse de Nico Rosberg, que abandonou em Cingapura por causa de problemas mecânicos e está apenas três pontos atrás do companheiro no Mundial de Pilotos. O alemão acredita que o icônico circuito japonês favorecerá o carro da Mercedes, determinando o fim do domínio da RBR de Sebastian Vettel, vencedor em 2009, 2010, 2012 e 2013.

– Suzuka vai ser incrível para o nosso carro. Estaremos voando no setor um – disse o alemão.

Nos últimos anos, apenas a McLaren foi capaz de desafiar a RBR em Suzuka, com a vitória de Jenson Button em 2011. Com apenas cinco etapas para o fim do campeonato, Lewis Hamilton lidera a disputa com 241 pontos e sete vitórias. Nico Rosberg vem logo atrás, com 238 pontos e quatro triunfos. Confira a classificação completa! O GP do Japão será transmitido ao vivo pela TV Globo, no dia 5 de outubro, a partir das 3h (de Brasília). O GloboEsporte.com acompanha a corrida em Tempo Real. Fique ligado no calendário da F-1!

Leia também:  Colorado perde e precisa reverter diferença de dois gols
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.