O terceiro episódio da 20ª temporada do “The Ultimate Fighter” nos EUA trouxe ainda mais drama ao reality show. Logo no início do programa, Dana White chama Bec Rawling para uma conversa e avisa a australiana que seu padrasto faleceu. Emocionada, Bec liga para sua mãe e promete vencer o cinturão em homenagem ao padrasto. Ao voltar para o vestiário, a lutadora dá a notícia aos companheiros de time que, sensibilizados, fazem uma roda e oram.

Mais tarde, Gilbert Melendez, Jake Shields e os demais treinadores da equipe visitam a casa das lutadoras e levam um buquê de flores para Rawling, que se surpreende. Jake então explica que já passou por uma situação parecida: ele perdeu o pai antes de uma importante luta no UFC.

No dia seguinte, o foco é todo na preparação das lutadoras para o próximo duelo. No time Melendez, Jake Shields demonstra um pouco de preocupação com o desempenho de Lisa Ellis. A americana explica que é a sua primeira luta desde que teve a sua primeira filha, em 2012, e diz que está tendo dificuldades para se concentrar no duelo. A última luta de Ellis foi justamente contra Jessica Penne, em abril de 2012, pelo Invicta FC. Na oportunidade, Penne levou a melhor por nocaute técnico no terceiro round.

Leia também:  Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro

Jake conversa com a pupila e tenta fazê-la entrar no clima da luta. Já no time Pettis, Jessica se mostra bastante confortável com as dicas dos treinadores para o duelo.

De volta à casa, Heather Clark volta a tentar assumir a liderança do time Pettis em algumas situações. As garotas fazem uma brincadeira de perguntas e respostas e se recusam a seguir as orientações de Heather. Em seguida, Rose Namajunas e as outras meninas da equipe iniciam uma conversa sobre as atitudes de Clark  e voltam a reclamar da lutadora, que se sente um peixe fora d’água dentro da casa.

Em outro momento dramático, Jessica Penne conta a uma companheira de time que sofria bullying quando era adolescente por conta do formato de seu nariz. Ela relembra o apoio que teve de seus pais durante esse período e revela que pretende vencer a competição para devolver um pouco do que eles fizeram para ela.

Leia também:  Jogador revelado pelo REC marca contra o Flamengo

O programa volta a mostrar o treino das duas equipes e Gilbert Melendez se mostrar preocupado com a mentalidade de Lisa Ellis, que continua chorando pela distância da filha. Às vésperas da pesagem, a equipe de Melendez, liderada por Angela Hill, pendura uma calcinha gigante no mural de calcinhas do time adversário. Felice Herrig acha graça, mas Jessica Penne se irrita e coloca a calcinha no quadro com a foto de Melendez, no vestiário do time rival. As adversárias, no entanto, acham graça e mostram para “El Niño”, que ri com ma situação.

A luta

No duelo entre a número quatro e a número 13 do ranking, Jessica Penne levou a melhor. A lutadora repetiu a performance que teve contra Lisa Ellis em 2012, mas, desta vez, derrotou a adversária com um mata-leão.

A luta começou com as lutadoras se estudando no centro do octógono. Jessica conectou dois jabs e Lisa tentou a queda. As duas foram para o clinch e Jessica encostou Lisa contra a grade. Ela desferiu joelhadas no tronco da adversária. Lisa tentou inverter, mas Jessica voltou a pressioná-la contra a grade. Ellis então tentou se defender com joelhadas, mas Penne continuava acertando mais golpes.  Ela tentou a queda, mas Lisa inverteu a posição e caiu por baixo. No chão, as duas trocaram posições, mas Jessica conseguiu ficar por cima e tentou encaixar o triângulo.  Lisa se levantou e tentou se mover em direção à grade, enquanto Jessica continuava tentando fechar a posição. Ela conseguiu pegar as costas da adversária e já buscou o mata-leão. Não demorou muito para Lisa bater em desistência.

Leia também:  Público reage e evita prejuízo para o União

– Foi muito fácil – comemorou Pettis ao final do duelo.

Dana White concordou com o treinador:

– Lisa não queria estar lá. Ela não queria esse duelo e encontrou um jeito de sair dele – disse o chefão.

Com a vitória, o time de Anthony Pettis abre 3 a 0 no placar do programa e tem o direito de escolher a próxima luta. E “Showtime” escolheu o duelo entre a primeira colocada no ranking do programa e ex-campeã peso-palha do Invicta FC, Carla Esparza, contra a dona da 16ª posição, Angela Hill para o próximo episódio.

O Combate exibe o TUF 20 com exclusividade sempre às quartas-feiras, a partir das 22h.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.