As declarações de Alexander Gustafsson de que Anthony Johnson precisa de mais algumas vitórias para enfrentá-lo não foram bem digeridas pelo Rumble. O americano criticou o sueco, que posteriormente declarou que está pronto para ele em janeiro, dizendo que essa entrevista tornou as coisas entre eles pessoais. O meio-pesado disparou críticas ao rival ao dizer que ele age como se fosse campeão e pediu para não ser menosprezado.

– Para mim, isso que fez ser pessoal. Ele dizendo aquilo. Ele não tem que ficar impressionado comigo, mas dizer que eu preciso de um pouco mais de lutas para enfrentá-lo ou algo do tipo, na minha opinião, ninguém sabia quem você era até lutar com Jon. Você era só um cara na média, assim como eu, até que você lutou com Jon. Você deu a ele uma grande luta, agora o mundo todo sabe quem você é. Você virou uma celebridade da noite para o dia. Não tente me menosprezar. Você não ganhou (Jon Jones). Não aja como se você fosse o campeão e pudesse dizer coisas daquele tipo – afirmou, em entrevista ao “MMA Hour”.

Leia também:  Cuiabá, Sinop e Sorriso lideram ranking estadual de tênis de MT

Johnson ainda argumentou que os únicos lutadores do top 5 dos meio-pesados sem luta marcada ou lesionados são eles dois, o que tornaria o casamento do combate como algo lógico.

– Eu só queria um sim ou um não para a luta. Ele não me responder que me deixa irritado. Gus deu a Jon a luta mais dura que Jon já teve. Mas todos tem uma luta marcada ou estão machucados, e as únicas pessoas no top 5 que não têm uma luta somos eu e Gus, então por que não fazer isso para os fãs e ver o que nós podemos fazer? Gus diz que é um dos melhores no mundo e eu sinto que eu sou um dos melhores do mundo, então por que não fazer isso e ver o que acontece? – concluiu.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.