Dos 484 candidatos de Mato Grosso, que disputam as eleições de 2014, para os cargos de governador, vice-governador, senador, suplentes, deputado federal e estadual, 42 já desistiram de enfrentar as urnas neste ano. O levantamento foi feito pelo Site AGORA MT no fim desta sexta-feira (12), conforme dados exibidos no site do Tribunal Regional Eleitoral (TER-MT). A maioria das renúncias é para a vaga de deputado estadual.

Vinte e oito candidatos optaram por não “brigar” por uma cadeira na Assembleia Legislativa (AL). Entre eles o vereador por Rondonópolis, Cido Silva (PP), que já protocolou sua desistência no TSE. Ele alega falta de respaldo financeiro, mesmo já tendo arrecadado e torno de R$ 61 mil em doações.

Leia também:  Projeto prevê isenção para estacionamento em área Zona Azul

Em um contexto geral, o partido campeão em renúncia é o Solidariedade (SDD), com sete desistências. O PP, PTB e vem logo em seguida com quatro renuncias cada. DEM, PR, PSC e PSDB tiveram cada, três candidatos que apresentaram ato de desistência.

São duas renúncias para os partidos PT do B, PDT, PROS e PRP. E PSD, PSB, PMDB, PV, PHS, PMN e PSL anunciaram casa, um desistente.

A desistência de Riva (PSD) também está inclusa nesta contagem.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.