O Governo do Estado de Mato – Grosso investiga onze professores da rede estadual de Educação, por estarem envolvidos em uma suposta prática de abuso sexual, em unidades localizadas em Cuiabá, Várzea Grande, Ribeirãozinho, Denise, Pontes e Lacerda, Cotriguaçu e Sorriso. As informações foram divulgadas pela Auditoria Geral do Estado (AGE) e Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

De acordo com as informações, somente este ano foram abertos seis Processos Administrativos Disciplinares (PADs) e outros dois processos devem ser instaurados dentro dos próximos dias.

Ainda conforme os dados, os números se referem aos processos instaurados desde 2013, onde foram abertos quatro PADs, sendo que um deles já foi concluído, com a condenação de um professor investigado. Todos os casos denunciados até então, na Ouvidoria, referem-se a professores do sexo masculino, segundo a AGE.

Leia também:  Colisão frontal entre carreta e utilitário deixa três mortos na BR-163

As respectivas portarias já foram assinadas pelos titulares da AGE e da Seduc, aguardando apenas a publicação no Diário Oficial.

DENÚNCIA

As denúncias são recebidas por meio da Ouvidoria do Estado – telefones 162 e 0800-647-1520 ou pela internet – e, a partir do registro, a Seduc realiza uma investigação preliminar, gerando um relatório que é enviado à AGE, para saber se será instaurado um PAD.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.