Publicado no Diário Oficial de Rondonópolis a Lei que determina a presença das doulas nas maternidades e hospitais do municipio para o acompanhamento das gestantes no trabalho e parto e pós parto.

De acordo com a Lei, que foi proposta pelo vereador Thiago Silva, as maternidades e hospitais, públicos ou privados, são obrigados a aceitar a profissional sem cobrar uma taxa adicional e sem levar em consideração como uma acompanhante, desde que solicitado os serviços pela parturiente.

A pioneira do trabalho de doula em Rondonópolis, Karine Lima, explicou que além de ser um ganho para as gestantes que poderão contar com um apoio a mais durante a gestação e processo de parto, a aprovação da Lei é uma conquista da categoria, pois alguns médicos ainda te resistência ao trabalho das profissionais.

Leia também:  Agosto Dourado | Hora do Mamaço: É preciso valorizar o aleitamento materno
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.