Metade das 7 milhões de empresas brasileiras tem dívidas em atraso com credores e fornecedores, de acordo com estudo da Serasa Experian. Em julho, eram 3,57 milhões de companhias inadimplentes, recorde para a pesquisa iniciada em julho de 2012. Naquela época, a quantidade de companhias com pagamentos atrasados era de 2,99 milhões e, em julho de 2013, elas somavam 3,28 milhões.

Segundo os técnicos da Serasa Experian, “o quadro recessivo que se instalou na economia brasileira neste ano” e o aumento de custos – entre juros e mão de obra – afetam os negócios e o fluxo de caixa das empresas, prejudicando principalmente as pequenas e médias. “Pois estas concentram a maioria dos empregos e são dependentes, quase que única e exclusivamente, do crédito bancário como fonte de financiamento para tocar o negócio”, diz nota da Serasa. De acordo com a companhia, 99% das empresas brasileiras são pequenas e médias.

Leia também:  Sobe e desce | Petrobras reduz preços da gasolina e diesel nas refinarias nesta sexta

Das 3,57 milhões de inadimplentes, 91% são pequenas e médias empresas. Por setor, o que mais tem contas em atraso é o do comércio, que responde por 47,2% do total, seguido por serviços (42,6%) e indústria (9,1%).

Por região, 51% das companhias inadimplentes está no Sudeste, enquanto o Nordeste tem 18%. A região Sul vem em terceiro, com 17%, seguida por Centro-oeste (8%) e Norte (6%).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.