O presidente do UFC, Dana White, está muito empolgado com o sucesso do lutador irlandês Conor McGregor. Após o controverso peso-pena nocautear Dustin Poirier no primeiro round no UFC 178, no sábado, em Las Vegas, frente a milhares de compatriotas que comparam boa parte dos ingressos, o “chefão” decretou que o “Notório” McGregor é o maior astro da companhia – maior até que dois dos lutadores mais populares da história do Ultimate, Brock Lesnar e Georges St-Pierre.

– Conor McGregor é para valer, ele é legítimo. Ele é uma força que eu nunca vi. Maior do que Brock Lesnar quando ele estava aqui. Maior do que qualquer um dos lutadores que já tivemos. Sim (maior que Georges St-Pierre). Nunca vi nada como isso. (…) Havia uma nação por trás de GSP quando GSP começou? Deixe-me te dizer o seguinte: nós estamos bem acima (das projeções de venda de pay per view do UFC 178). Eu e Lorenzo (Fertitta, co-proprietário do UFC) estávamos conversando sobre isso, e nós atribuímos tudo isso ao Conor McGregor – disse White ao canal de TV americano “Fox Sports 1”, segundo transcrição do site “BJ Penn.com”.

Leia também:  Copa de 94 volta à tona com histórias de Romário e loira de Rondonópolis

Na coletiva de imprensa após o evento, o dirigente não se comprometeu a afirmar se McGregor seria de fato o próximo desafiante ao cinturão dos pesos-penas após o UFC Rio 5, em 25 de outubro, quando o título estará em jogo em luta entre o atual campeão, José Aldo, e o desafiante Chad Mendes. Porém, admitiu que, caso o irlandês chegue à disputa, poderia fazê-lo em seu continente.

– Sim, a resposta é sim (pode ser na Europa). Absolutamente – comentou.

O dirigente lembrou que ouviu sobre Conor McGregor pela primeira vez em fevereiro de 2013, durante uma visita à Irlanda em que foi homenageado pela universidade Trinity College. Na época, o “Notório” era campeão do Cage Warriors em duas categorias, peso-pena e peso-leve, e ele foi contratado pelo UFC na mesma semana.

Leia também:  União tem estreia contra o Dom Bosco confirmada

– Toda essa coisa do Conor McGregor tem sido fascinante para mim. (Quando) fui à Irlanda, recebi aquele prêmio da Trinity College, e literalmente tudo o que ouvi foi Conor McGregor o tempo inteiro que eu estava lá. Eu voltei para cá e perguntei, “Quem diabos é esse garoto? Vamos contratar esse garoto.” Então, o contratamos, ele veio a Las Vegas, e nós saímos, comemos e passamos um tempo juntos. Eu disse ao Lorenzo, “Se esse garoto conseguir lutar só um pouquinho, um pouquinho, se ele pelo menos souber dar um soco, esse garoto vai ser especial.” É maior do que qualquer coisa que já vi. É loucura – repetiu White.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.