Como uma das medidas para colocar em prática o desenvolvimento sustentável em Mato Grosso, o candidato ao governo, Pedro Taques (PDT), assumiu o compromisso de investir em políticas de incentivo das cooperativas de reciclagem de lixo nos municípios mato-grossenses.

Para Taques, os problemas que afetam a proteção do meio ambiente do estado são inúmeros e vão desde os de caráter institucional e técnico até os jurídicos e culturais. Ele sustenta que a política ambiental fica comprometida porque não há, inicialmente, um órgão ambiental eficiente na gestão, licenciamento e fiscalização das atividades produtivas.

“A integração entre a Sema e os órgãos voltados à aplicação das políticas econômicas ou mesmo entre os diferentes setores do órgão ambiental é quase nula. Até mesmo os procedimentos e tecnologias são inadequados”, aponta o candidato do PDT.

Leia também:  Deputados aprovam o PEC do Teto de Gastos em 2ª votação

Uma das soluções apresentadas por Pedro Taques é garantir a gestão técnica qualificada no nível estratégico da Sema. Ele irá conceder mais autonomia técnica e administrativa para as suas unidades regionais, que passarão a se utilizar de procedimentos articulados com o intuito de tornar os processos administrativos mais céleres, simples e transparentes.

“A gestão ambiental deve ocupar-se do acompanhamento das atividades produtivas e da proteção ambiental, desta maneira julgamos necessário que o órgão ambiental possua os recursos tecnológicos para o monitoramento de focos de calor, queimadas, desmatamento, poluição, enfim dos problemas ambientais em parcerias com outros órgãos estaduais ou municipais, como a Defesa Civil”, afirmou o líder da oposição.

Plano de Governo – Como a atuação do órgão ambiental não pode estar à margem da lei, Pedro Taques prevê também a sistematização, revisão e simplificação da legislação ambiental estadual, principalmente as normas infralegais (portarias, instruções normativas), contribuindo para a aplicação e efetividade da lei em nosso Estado.

Leia também:  Professores são homenageados em Sessão Solene

“Além de investir em políticas de incentivo das cooperativas de reciclagem de lixo, também iremos aplicar os instrumentos econômicos e voluntários na gestão ambiental estadual; promover ações governamentais de prevenção de danos ambientais e educação ambiental, contribuindo para a efetividade das políticas públicas e melhoria da qualidade de vida de todos os cidadãos”, finaliza o candidato.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.