A dificuldade de logística em Mato Grosso não se resume apenas a falta de estradas dignas para a locomoção do cidadão e transporte de cargas. Muitas localidades do estado ainda não têm cobertura de sinal telefônico móvel. Candidato ao governo de Mato Grosso, Pedro Taques (PDT) irá garantir que os cidadãos de todas as regiões possam usar aparelhos de celular.

Para isso, uma das ações será acompanhar e exigir o cumprimento das medidas de ampliação do atendimento aos usuários do sistema de telefonia móvel em Mato Grosso, acordadas entre as empresas de telefonia e a Assembleia Legislativa em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado em 2013.  De acordo este TAC, até o fim de 2015, deve haver serviço de telefonia móvel em 100% dos municípios.

Leia também:  Projeto propõe agilizar de forma online recursos contra notificações de trânsito

Durantes as viagens ao interior, Pedro Taques recebe muitas demandas de infraestrutura, saúde e segurança. Mas os pedidos para melhoria do sistema de telecomunicação também são recorrentes, em especial nas regiões do Araguaia e Nortão do estado.

“Usar telefone celular hoje não é luxo, é um direito do cidadão. Além disso, o celular também significa saúde e segurança, pois, no caso de uma necessidade e emergência, uma ligação via telefone celular é o meio mais rápido de mandar um aviso ou chamar as autoridades. É um direito do cidadão e nós vamos fiscalizar, cobrar e garantir que a cobertura atinja todas as localidades de Mato Grosso”, afirmou o candidato.

O candidato também irá trabalhar pela ampliação da rede de internet. Pra ele, além de direito, a telecomunicação de qualidade impulsiona o desenvolvimento local, pois grandes empresas buscam regiões com o mínimo de tecnologia para a instalação de empreendimentos.

Leia também:  Sindicato Rural "sente pressão" e apresenta trabalho social a vereadores
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.