Foi finalmente votado o projeto de antecipação da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Rondonópolis. A ‘novela’ que já se estendia por dois meses foi reprovada na Casa de Leis.

Como o vereador Hélio Pichioni (PR), pediu afastamento na última sessão e ainda não tinha tomado posse quem irá substitui-lo, os vereadores que queriam a antecipação tiveram apenas 10 votos o que não foi necessário.

Antes da votação, o vereador Lourisvaldo Manoel (Fulô), fez um pedido de vista para que o projeto fosse prorrogado pra próxima semana, mas também foi negado. Ele novamente pediu a cópia das atas das duas sessões para tomar as providencias.

Advertisements
Leia também:  Senado aprova projeto que obriga preso a pagar tornozeleira

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.