A produção brasileira de grãos da safra 2013/2014 aumentou 3,6% em relação ao ano passado. A plantação deve chegar ao recorde de 195,46 milhões de toneladas, aumento de 6,8 milhões de toneladas sobre a safra anterior, de 188,65 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados hoje (09) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e fazem parte do 12º e último levantamento de grãos da safra atual.

Três aspectos podem estar relacionados ao recorde, e entre eles a safra no estado de Mato Grosso, conforme explica o presidente da Conab, Rubens Rodrigues dos Santos. “O primeiro está relacionado ao crédito tanto para custeio quanto para comercialização. O segundo foi o clima favorável na segunda safra de Mato Grosso. Em terceiro, o incremento cada vez maior da tecnologia no processo produtivo do campo.”

Leia também:  Rondonópolis gera mais emprego que Cuiabá no 1º semestre

GRÃOS QUE COLABORARAM PARA O RECORDE

A cultura de soja apresentou incremento de 4,62 milhões de toneladas (5,7%) na produção de 86,12 milhões de toneladas. O trigo teve acréscimo de 2,14 milhões de toneladas (38,7%) na produção, chegando a 7,66 milhões de toneladas. A elevação se deve ao aumento de 21,4% na área plantada.

O feijão, com melhor produtividade, registrou elevação de 637,8 mil toneladas ou o equivalente a 22,7%, totalizando 3,44 milhões de toneladas. Já o milho total (primeira e segunda safras) teve queda de 1,6 milhão de toneladas, o que equivale à perda de 2%, passando de 81,5 milhões para 79,9 milhões de toneladas, como reflexo da diminuição da primeira safra.

Leia também:  Comércio deve atrair os clientes para a compra dos presentes

AUMENTO NA ÁREA PLANTADA

O total de área plantada chega a 56,93 milhões de hectares, o que significa alta de 6,3% em relação aos 53,6 milhões de hectares da safra 2012/2013. A soja teve crescimento de 8,8%, passando de 27,7 milhões para 30,2 milhões de hectares. O trigo apresentou crescimento de 21,4%, subindo de 2,21 milhões de hectares para 2,68 mil hectares. O feijão registrou aumentou de 8,4% e teve a área aumentada de 3,07 milhões para 3,33 milhões de hectares.

PESQUISA CONAB

A Conab fez a pesquisa do dia 24 a 30 de agosto, levantando informações em parceria com agrônomos, cooperativas, secretarias de agricultura, órgãos de assistência técnica e extensão rural (oficiais e privados) e agentes financeiros e revendedores de insumos.

Leia também:  Prévia da inflação oficial em junho é a menor para o mês desde 2006

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.