Chega ao fim o impasse entre a direção do Hospital Osvaldo Cruz e a Prefeitura Municipal de Guiratinga que resultou no fechamento do Pronto Atendimento (PA), único a atender a rede pública de saúde no Município. O PA já está com as portas abertas para atender a população.

Conforme informações do assessor jurídico da prefeitura, Rogério Arcoverde, os gestores aceitaram a proposta do município em pagar R$ 145 mil ao mês até dezembro, mais recursos para internação e pequenas cirurgias.

“Entramos em um acordo e agora a população guiratinguense pode se dirigir até o pronto socorro, que os funcionários atenderão a todos”, disse Arcoverde.

A partir de 2015, o contrato será renovado por um ano. O valor estabelecido será aplicado conforme os indicadores econômicos e financeiros de inflação.

Leia também:  Nove municípios de MT correm o risco de perder o benefício do programa Bolsa Família
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.