Mais de 20 pessoas, entre atletas e desportistas, representaram Rondonópolis na 1° Correndo a Mil, realizada domingo (28) em Cuiabá/MT. Alguns optaram por correr cinco quilômetros e outros, a maior parte, 10 km. A largada e chegada foi na lateral do Tribunal do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT) e o percurso ocorreu pela região do Centro Político Administrativo (CPA).

“Todo o trajeto do Correndo a Mil foi muito desafiante. Mais uma vez corri e venci meus limites. A corrida de rua é muito estimulante, faz muito bem para o corpo e para a mente”, afirma Marilene Cristina Ribeiro, Psicopedagoga e corredora da equipe Vitallity.

“A Correndo a Mil foi uma corrida extremamente organizada. Quando corro me sinto com asas. É um jeito diferente de voar! E como me faz feliz”, diz Alba Valéria Schwarzold, Jornalista, Professora de Pilates e corredora da Equilíbrio Pilates.

Leia também:  Contribuintes têm até dia 20 de dezembro para negociarem débitos com município

Para Ney Souza, Educador Físico e Coordenador do Grupo Vitallity, Rondonópolis foi muito bem representada, pois estavam lá profissionais do atletismo e os amantes de corrida de rua. “Todos os participantes estão de parabéns, porque o percurso foi bem difícil. Mas todos conseguiram terminar a prova”, avalia o professor. O grupo Vitallity participou da Correndo a Mil com 16 pessoas.

Do grupo de Rondonópolis, Waldemar Vasco, Serviços Gerais, da Vitallity, foi o melhor classificado na categoria masculino. Ele correu 10 km em 41 minutos e 37 segundos, ficou em 16°no geral e em 6° na categoria 25-44 anos de idade. Edson Santos, Auxiliar de Manutenção, do grupo Rondon Street Run, que também correu 10 km, fez em 43 minutos e dezessete segundos, conseguindo o 23° lugar no geral e 8° na categoria 35-44 anos. Julianne Caju, jornalista, da equipe Vitallity, foi a melhor classificada na categoria feminino de Rondonópolis nos 10 km. Com o tempo de 54 minutos e trinta e seis segundos conquistou o 18° lugar no geral e o 5° na categoria dos 35 – 44 anos de idade. Marilene Ribeiro, Psicopedagoga, também da Vitallity, fez os 10 km em cinquenta e quatro minutos e trinta e sete segundos. Ela ficou em 20°no ranking geral e 7° na categoria feminino dos 35-44 anos.

Leia também:  Prefeitura lança obra de recuperação do asfalto na área central de Rondonópolis

Dos que fizeram 5 km, Camila Teixeira, Engenheira Florestal da equipe Vitallity, foi a melhor classificada do Grupo de Rondonópolis. Ela cumpriu o percurso em trinta e quatro minutos e vinte e dois segundos. Ficou em 54° no geral feminino e 12° na categoria 25-34 anos de idade.

A 1° Correndo a Mil foi realizada pela jornalista e corredora Luciane Mildenberger, que contou com ajuda de patrocinadores, apoiadores e amigos. Todos os participantes inscritos receberam uma camiseta tecnológica da corrida, uma sacola esportiva, chip eletrônico e número de peito. Uma tonelada de alimentos foi arrecadado e serão entregues para entidades assistenciais. “O objetivo da corrida foi estimular a prática esportiva e também fazermos um ato solidário. Graças a Deus, aos patrocinadores, aos participantes e as pessoas que trabalharam para a realização da prova, a 1° Correndo a Mil foi um sucesso. Ano que vem tem mais”, comenta Luciane.

Leia também:  Equipe medalhista de atletismo embarca para mais uma competição com apoio do Município
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.