O candidato a deputado federal Adilton Sachetti (PSB) está intensificando as visitas na região Sul do Estado, e também participando de reuniões, principalmente em empresas de Rondonópolis.

Nestas reuniões, o candidato tem demonstrado preocupação com questões relacionadas aos investimentos do Estado e também com relação ao comportamento da secretaria de Fazenda. “Quem vive no comércio está vendo isso, um dia uma regra vale, outro dia é outra; desta forma não se pode fazer, não podemos deixar as pessoas nessa situação”, externou o candidato.

Sachetti ainda destacou a importância de uma melhor manutenção das rodovias estaduais, segundo ele, em alguns casos, não houve preocupação em cuidar das estradas na época da seca e com a chegada das chuvas muitas destas estão em péssimo estado.

Leia também:  População brasileira vai "compreender aumento de impostos", diz Temer

Outro assunto que Sachetti tem comentado e uma necessidade de mudanças de perfil de governantes e da sociedade. Ele cita a chamada “Lei de Gérson” que ficou famosa na década de 70, quando o ex-jogador da seleção brasileira Gérson, dizia em uma propaganda de cigarros, que o importante era “levar vantagem em tudo”. Sachetti fez questão de deixar claro que esse comportamento deve ser expurgado da sociedade e , principalmente da classe política. “Não podemos aceitar qualquer tipo de corrupção, eu defendo que corrupto tem que ir para cadeia”, destacou.

Sachetti nesta reta final de campanha ainda deve visitar município das regiões Norte e Nordeste do Estado e nos últimos dias concentrar as ações em Rondonópolis.

Leia também:  Tonho do Menino Velho ganha força e vira homem forte da gestão Pátio
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.