Presos durante operação da Polícia de Primavera do Leste - Foto: José Antonio de Araújo / AGORA MT
Presos durante operação da Polícia de Primavera do Leste – Foto: José Antonio de Araújo / AGORA MT

Paulo Ricardo de Jesus Oliveira, 25 anos, foi preso pela Polícia Civil quando estava em sua casa localizada na rua Santo Amaro, Centro de Primavera do Leste, o mesmo foi surpreendido quando tomava banho e para a surpresa do Delegado um revólver calibre 38 estava em cima da pia do banheiro e por sorte não houve tempo para que o acusado pudesse efetuar disparos contra o Delegado Adriano Morais que entrou no banheiro.

Após ser preso em flagrante Paulinho ‘baco-baco’ confessou a polícia que dos 26 homicídios registrados até o momento em Primavera, três é de sua autoria. Paulinho relatou que matou porque as vítimas estavam roubando ele e mentiam sobre os atos ocorridos e também por rixa antiga, duas das vítimas são: Kalil dos Anjos Tozatt, 17 anos, morto a tiros em plena luz no dia 30 de agosto, por motivo acerto de contas (leia aqui) e a outra vítima citada pela polícia trata-se do jovem Dione Rodrigues dos Santos, 27 anos, que estava desaparecido a vários dias e na data do dia 12 de setembro o seu corpo foi encontrado em meio matagal na região do Bairro São José (leia aqui).

Leia também:  Receptação | Vigilante é preso com aparelhos celulares sem notas fiscais

Paulinho disse que matou o jovem com dois tiros na cabeça por acerto de contas, mas detalhes não foram revelados. O corpo de Dione só foi encontrado após 15 dias do desaparecimento. Um outro comparsa ajudou enterrar a vítima.

Além de Paulinho a polícia aprendeu duas motocicletas que eram utilizadas nos assassinatos, além dele outras seis pessoas acusadas de participarem das ações criminosas como tráfico de drogas e de terem participação nos homicídios como pilotos de fuga.

Paulo Ricardo de Jesus ainda na casa onde foi localizado - Foto: José Antonio / AGORA MT
Paulo Ricardo de Jesus ainda na casa onde foi localizado – Foto: José Antonio / AGORA MT

A ação da Polícia Civil batizada como ‘Operação 121’ foi uma resposta dada de imediato a população primaverense. A Operação aconteceu em conjunto com agentes do sistema prisional da cidade, investigadores da Delegacia de Homicídios e ainda com o apoio do delegado Raphael Diniz responsável pela prisão dos seis acusados identificados como Samuel Henrique da Silva 26 anos, Cleberson Alves da Silva 18, Wanderson Rego Delmon 18, Deucimar Nascimento 21, Carlos Eduardo 30 e Célia Santana de Sousa 35 anos. Todos serão ouvidos nesta tarde e em seguida serão encaminhados ao Sistema Prisional de Primavera do Leste.

Leia também:  Coisa de Filme | Motorista é preso por embriaguez, ameaça e direção perigosa em Rondonópolis

Ainda segundo a Polícia, Paulinho é acusado também de cometer três tentativas de homicídios na cidade, duas das vítimas são Adriano Morais o (grande) que foi alvejado a tiros na data do dia 26 de agosto deste ano, a vítima recebeu dois disparos que acertaram um no pescoço e outro no braço esquerdo, Adriano está paraplégico e continua na UTI em Rondonópolis. A outra vítima trata-se de Robson Matias Carvalho de Sousa, no dia do crime ele caminhava pela avenida Belo Horizonte quando foi atacado pelo acusado que efetuou alguns disparos contra a vítima. Robson também ficou paraplégico e continua internado em Rondonópolis.

As investigações darão continuidade para prender mais pessoas que possam estar envolvidas com a criminalidade que tem assustado a população de Primavera do Leste.

Leia também:  Pedra Preta | Casal é preso por tráfico de drogas durante operação conjunta da Polícia
Revólver apreendido com o Paulo Ricardo - Foto: José Antonio Araújo / AGORA MT
Revólver apreendido com o Paulo Ricardo – Foto: José Antonio Araújo / AGORA MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.