Momento em que a perícia fazia análise, corpo ainda dentro do veículo - Foto: José Antonio Araújo / AGORA MT
Momento em que a perícia fazia análise, corpo ainda dentro do veículo – Foto: José Antonio Araújo / AGORA MT

O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (24), por volta das 20h30, na rua Amigos do Parma,  local que é bastante escuro o que facilitou a ação criminosa. Há suspeita de que o taxista tenha sido executado durante um assalto, a mãe da vítima esteve no local e relatou que minutos antes o filho teria  passado em casa e rapidamente recebeu um chamado para atender um cliente e saiu sem informar para onde iria  fazer a corrida.

“Vi  meu filho pela última vez na porta da minha casa, ele nem chegou a entrar e já foi saindo pra  fazer a corrida. Era  um filho calmo e trabalhador não  entendo o motivo de fazerem isso com ele”, disse a  mãe desesperada.

Leia também:  Esposa de detento é presa ao tentar entrar na Mata Grande com droga na vagina

A Polícia Militar isolou  a área e em seguida  o Delegado de  Polícia Civil Raphael Diniz chegou ao local com sua equipe de  investigadores para averiguar a situação.

A vítima  trata-se de Wisley Henrique Campos, 21 anos,  conhecido  como Japinha, pessoas que moram perto do local onde o crime aconteceu  disseram que ouviram alguns disparos de arma de fogo e logo depois  o veículo acabou  parando após se colidir contra o meio fio. O corpo do motorista foi encontrado sentado, uma posição que a polícia  acredita que a vítima tenha sido morta pelo passageiro que estava no banco de trás, já que os tiros acertaram na nuca.

Até  o momento ainda não se sabe o  motivo do assassinato do taxista.

Leia também:  PM recupera celulares e dupla é detida após roubo

Este é o 32º homicídio registrado em Primavera  do Leste só este ano.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.