O forte calor registrado em Rondonópolis com temperaturas que chegam a 38°C não é o único problema na tarde desta terça-feira (9), já que a umidade do ar chegou a ponto crítico de 18%, segundo a previsão do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos – CPTEC/INPE. O Índice Ultravioleta (IUV) também está em nível considerado muito alto que é de 10 UV.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quando a umidade estiver abaixo de 20%, é necessário cuidado especial com a hidratação. Deve-se suprimir exercícios físicos ao ar livre entre as 10 e 16h, evitar aglomerações e usar soro fisiológico para combater o ressecamento nas narinas e olhos. A Defesa Civil também orienta permanecer em locais protegidos do sol e consumir bastante água.

Leia também:  Rondonópolis sedia 6º Encontro Nacional de Motociclismo

Como consequência do tempo seco, algumas pessoas podem sofrer ressecamento de mucosas do nariz e da garganta, sangramento no nariz, ter tosse, dificuldade para respirar, rinite e crises de asma e irritação dos olhos por ressecamento, com vermelhidão e sensação de areia nos olhos, entre outros sintomas.

Saiba mais sobre IUV

O Índice Ultravioleta (IUV) é uma medida da intensidade da radiação UV, relevante aos efeitos sobre a pele humana, incidente sobre a superfície da Terra. O IUV representa o valor máximo diário da radiação ultravioleta. Isto é, no período referente ao meio-dia solar, o horário de máxima intensidade de radiação solar. A exposição ao sol pode trazer agressões a pele.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.