Um vídeo de uma festa onde o senador Pedro Taques que é candidato a governador pela coligação ‘Coragem e Atitude Pra Mudar’ está sendo compartilhado pelas redes sociais. Nele, o candidato ao governo de Mato Grosso aparece perguntando a dezenas de pessoas ‘estão com fome ou não’ após isso, Pedro Taques cumprimenta os frequentadores da comemoração, no Distrito Industrial, em Cuiabá. O senador é acusado de oferecer comida, bebida e combustível, com o fim de obter voto dos eleitores, conforme é vetado no Art.41-A (Veja o artigo completo).

Ainda houve o flagrante dos assessores jurídicos do candidato, Lúdio Cabral (PT) quanto ao abuso de poder econômico de Pedro Taques, já que o mesmo possivelmente teria um comitê clandestino, onde estava havendo a distribuição de bebidas, comidas e combustível. O que deixou os assessores indignados devido ao tamanho do abuso.

Leia também:  Site prevê possibilidade de advogada assumir cadeira na Câmara de Cuiabá

Segundo os assessores, o nome de Taques estaria vinculado a rede de combustíveis do empresário Aldo Locatteli, onde estaria distribuindo adesivos de propaganda política nos postos de combustíveis, além de mais de três mil caminhões da empresa.

O pedido de cassação de Taques será feito nos próximos dias segundo a assessoria jurídica da coligação ‘Amor a Nossa Gente’. O candidato Pedro Taques poderá ter o registro de candidatura cassado, e ainda pagar multa de 1 mil a 50 mil UFIR (Unidade Fiscal de Referência) devido ao flagrantes das irregularidades que foram filmadas e fotografadas.

Confira abaixo o vídeo que está sendo compartilhado nas redes sociais.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5JVR8c1q4Vo[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.