A situação para o setor do transporte rodoviário de cargas de Mato Grosso não está nada bem. O frete, mais precisamente do transporte de milho, está 40% menor que o verificado em 2013, isto porque o setor registra a falta de comercialização.

Algumas empresas, em especial, as pequenas e média, bem como autônomos, não estão tendo lucro suficiente para pagar os custos, que incluem motorista, financiamento, pneu, manutenção, entre outros.

E para tentar reverter a situação e não sair no prejuízo algumas transportadoras de Rondonópolis buscam outros setores.

Enquanto o produtor espera por um bom negócio para vender a produção do milho o motorista aguarda parado por uma melhoria no preço do frete

Leia também:  Mato Grosso ultrapassa SP e se torna o maior exportador de carne bovina do Brasil

E para 2015 as previsões não são boas.

A REPORTAGEM COMPLETA VOCÊ ENCONTRA NO VÍDEO ABAIXO

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=6-HJkbB2xRA&list=UUCUete_T6eFKbuUNfvFx40A[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.