Começa no próximo sábado (1º), a 2ª etapa da vacinação contra a febre aftosa, em Mato Grosso. Mais de 28 milhões de bovinos e búfalos distribuídos em cerca de 100 mil propriedades rurais no estado devem ser vacinados, segundo expectativa do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT).

Os pecuaristas devem vacinar o rebanho até o dia 30 de novembro e comunicar o Indea-MT até o dia 10 de dezembro quanto a imunização e o cumprimento do calendário.

Quem deixar de imunizar no prazo e/ou não comunicar ao Indea quanto a vacinação do rebanho está sujeito a pagar multa de 2,25 Unidade Padrão Fiscal (UPF) que corresponde a R$ 240, 97 por cabeça. A vacina contra febre aftosa é válida para os bovinos e bubalinos de todas as idades.

Leia também:  Empregador doméstico tem até esta segunda para pagar eSocial

De acordo com dados do instituto, a taxa de imunização da 1ª etapa da vacinação, realizada em maio deste ano, onde são realizadas a vacinação de animais até 24 meses ultrapassou 99%.

“Isso mostra que o produtor rural de Mato Grosso é consciente e têm dado o exemplo quando o assunto é a sanidade animal”, destacou Rogério Romanini, diretor de Relações Institucionais da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato).

O estado de Mato Grosso está imune a 18 anos da febre aftosa, o último caso foi registrado em 1996, e é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como território livre da doença com vacinação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.