Confiança. Esta palavra define o estado de espírito de Chad Mendes para a luta contra José Aldo no dia 25 de outubro, no Rio de Janeiro, pelo UFC 179. O americano disse, em entrevista ao programa “MMA Hour”, que sairá do octógono com o cinturão após “bater na cara” de Aldo muitas vezes.
– Em um mundo perfeito, eu vou entrar no octógono e quebrar a confiança de Aldo botando muita, mas muita pressão sobre ele, e acho que vou finalizar a luta com um nocaute ou um nocaute técnico. Eu sei que ele é o único campeão do UFC que o Brasil tem hoje, mas não posso fazer nada. Acho que eles ficarão sem nenhum depois do dia 25. Quero acertar a cara dele com força, muitas vezes. E é isso que eu vou fazer.
Perguntado se estaria preocupado com a sua segurança por lutar no Brasil contra um ídolo local, Mendes disse que não está totalmente tranquilo.
– Eu me preocupo um pouco, mas já lutei no Brasil antes e não houve qualquer problema. Claro que tomarei as minhas precauções, mas não é algo que tire o meu sono – finalizou.
Mendes vem de cinco vitórias seguidas após a derrota para José Aldo no UFC 142, em 2012 – a única em sua carreira. Aldo, por sua vez, vem de 17 vitórias consecutivas, sendo seis delas pelo UFC.
UFC 179
25 de outubro de 2014, no Rio de Janeiro (RJ)
CARD PRINCIPAL
Peso-pena: José Aldo x Chad Mendes
Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Phil Davis
Peso-meio-pesado: Fábio Maldonado x Hans Stringer
Peso-pena: Darren Elkins x Lucas Mineiro
Peso-leve: Diego Ferreira x Beneil Dariush
CARD PRELIMINAR
Peso-meio-médio: William Patolino x Neil Magny
Peso-leve: Yan Cabral x Naoyuki Kotani
Peso-mosca: Wilson Reis x Scott Jorgensen
Peso-pena: Felipe Sertanejo x Andre Fili
Peso-leve: Gilbert Durinho x Christos Giagos
Peso-leve: Fabrício Morango x Tony Martin

Leia também:  Ronaldo é ovacionado pela torcida do Real ao participar de jogo de lendas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.