A Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social, junto com o Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, realizaram um trabalho, que teve início na manhã desta terça-feira (30), para identificar os catadores de materiais recicláveis que estão ou não no Cadastro Único do Governo Federal.

Conforme a gestora do CadÚnico/Bolsa Família, Vanderleia Quilante, o Centro de Referência em Assistência Social – Cras Luz Da’Yara iniciou o trabalho com uma conversa com os catadores para identificar quem já está cadastrado e para estabelecer o perfil de cada um. Foram identificados 15 catadores já integrantes do CadÚnico e agora será realizado um pente fino para saber quantos realmente estão cadastrados e quantos ainda devem ser incluídos.

Leia também:  Sanear libera rede de esgoto da Vila Goulart para uso dos moradores

“Já foi observado que há uma grande demanda por documentação, escolaridade e saúde”, destaca Vanderleia, que acrescenta que o trabalho é levar o que é de direito dos catadores conforme as políticas públicas.

Para atender esta população específica serão feitos encaminhamentos para a área de saúde, confeccionados documentos, além da inclusão em políticas públicas de apoio ao cidadão.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.