Depois de duas semanas sem informações oficiais, a Marussia enviou nesta quinta-feira um novo comunicado em nome da família de Jules Bianchi, que segue internado desde o início do mês no Centro Médico Geral de Mie, em Yokkaichi, após o gravíssimo acidente no GP do Japão de Fórmula 1. Os familiares afirmam que não houve alterações no quadro do francês de 25 anos, que segue em coma, em estado classificado pelos médicos como “crítico, mas estável”. Porém, dizem ter se pronunciado em retribuição aos fãs do piloto mundo afora, que seguem enviando manifestações de apoio.
– No próximo domingo serão completadas quatro semanas desde o acidente de Jules e ele permanece no Centro Geral de Mie, em Yokkaichi. Seu estado continua sendo classificado pelos médicos daqui como crítico, mas estável. Embora não tenhamos nenhuma informação nova para dar, nós reconhecemos que há um grande número de pessoas de todo o mundo apoiando Jules em sua luta. Devemos aos seus muitos fãs o reconhecimento ao envio contínuo de mensagens e o fornecimento de alguma informação, por mais breve que seja.
A família de Bianchi aproveitou para rechaçar a transferência do piloto no momento. No início da semana, a imprensa internacional afirmou que havia a possibilidade do francês ser levado para o Centro Hospitalar Universitário de Vaud, em Lausanne (Suíça) – o mesmo onde o alemão Michael Schumacher ficou internado para cumprir a segunda fase de seu tratamento, após deixar o hospital em Grenoble, na França, e antes de voltar para casa.
– Jules, de fato, continua a lutar. Embora tenha havido alguns relatos sugestivos de planos de tratamento para Jules, nesse momento, a luta dele continuará em Yokkaichi. Estamos levando as coisas passo a passo – continuou a família.
Bianchi segue internado desde dia 5 de outubro em decorrência do assustador acidente no GP do Japão, quando se chocou a mais de 200km/h em um guindaste que recolhia a Sauber de Adrian Sutil. O piloto francês foi operado de emergência e os médicos diagnosticaram uma lesão cerebral “difusa”.
Confira o comunicado na íntegra:
“No próximo domingo serão completadas quatro semanas desde o acidente de Jules e ele permanece no Centro Geral de Mie, em Yokkaichi. Seu estado continua sendo classificado pelos médicos daqui como crítico, mas estável. Embora não tenhamos nenhuma informação nova para dar, nós reconhecemos que há um grande número de pessoas de todo o mundo apoiando Jules em sua luta. Devemos aos seus muitos fãs o reconhecimento ao envio contínuo de mensagens e o fornecimento de alguma informação, por mais breve que seja.

Leia também:  Circuito de Tênis têm inscrições abertas para torneio em Cuiabá

Jules, de fato, continua a lutar. Embora tenha havido alguns relatos sugestivos de planos de tratamento para Jules, nesse momento, a luta dele continuará em Yokkaichi. Estamos levando as coisas passo a passo.
Mais uma vez, gostaríamos de oferecer nossos sinceros agradecimentos pela paciência e compreensão demonstrada à nossa família nesse momento muito difícil. Estamos confortados por saber que Jules está recebendo o melhor cuidado possível, com os médicos permanecendo em constante contato com neurocirurgições da Universidade La Sapienza, de Roma, e o Professor Gerard Saillant, presidente da Comissão Médica da FIA.

Vamos fornecer uma nova atualização quando for apropriado. Enquanto isso, obrigado a todos que continuam a manter Jules nos pensamentos e orações”

Leia também:  Meninas do vôlei vencem a primeira em Cuiabá
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.