Foto: Reprodução / Internet
Essa dupla é silenciosa e pode colocar seu coração na corda bamba – Foto: Reprodução/Internet

Diabetes: ameaça maior ao coração da mulher
O excesso de açúcar no sangue estreita as artérias e dificulta a circulação. Esse problema ocorre em todo o corpo, mas se concentra nos olhos e no coração, trazendo danos muitas vezes irreversíveis, como a cegueira. O acúmulo de placas de gordura no coração provocado pelo diabetes é uma das principais causas de ataques cardíacos.

Por que isso é mais preocupante no sexo feminino
Segundo Marcelo Cantarelli, cardiologista e idealizador da campanha Coração Alerta, da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, o acúmulo de placas de gordura nos vasos sanguíneos é mais perigoso em mulheres porque as artérias femininas são naturalmente mais estreitas que a dos homens. Aí a redução do fluxo de sangue que vai para o coração acaba sendo maior – e mais ameaçadora.

Leia também:  As origens cerebrais da corrupção

Colesterol: o problema cresce depois da menopausa
Durante a fase reprodutiva, os níveis de colesterol da mulher quase sempre permanecem sob controle (há exceções, ninguém pode se descuidar!). Esse quadro muda na menopausa, quando o estrógeno despenca. “Esse hormônio impede que o colesterol grude nos vasos”, explicam os cardiologistas Otavio Gebara e Raul Dias dos Santos no livro Coração de Mulher, da Editora Abril. Sem proteção do estrógeno, o colesterol tende a subir, pegando muitas mulheres de surpresa. Por isso é importante se cuidar desde cedo e maneirar no consumo de gordura trans, presente em muitos industrializados, e de gordura saturada, encontrada em alimentos de origem animal, como a carne.

Leia também:  Conheça os sintomas e as consequências do TDAH - Transtorno de Décifit de Atenção com Hiperatividade

Peso controlado e corpo ativo, coração a salvo
É comum a mulher engordar na menopausa, principalmente na região abdominal, e se conformar com isso, acreditando que se trata de algo inevitável nessa fase da vida. O problema é que esse fator potencializa o aparecimento de diabetes e é uma ameaça a mais para o coração, que fica sobrecarregado com os quilos extras. Veja que cuidados tomar para evitar a obesidade e ainda manter a glicemia e o colesterol sob controle:

· Faça exercícios aeróbicos. Caminhar 30 minutos três vezes por semana reduz em até 40% o risco de ter problemas cardíacos.
· Diminua a ingestão de sal e açúcar.
· Controle o consumo de bebidas alcoólicas.
· Faça exames de rotina pelo menos uma vez por ano.
· Se for diabética, controle a glicemia e use os remédios que o médico receitar. O mesmo vale para quem tem colesterol alterado.

Leia também:  Acupressão, a acupuntura com os dedos, é ótima para as gestantes
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.