O consumo de energia elétrica cresce a níveis mais altos que a expansão da economia do país. Nos 12 meses compreendidos entre outubro de 2013 e setembro de 2014, houve aumento de 2,9% no consumo, com destaque para o setor de comércio, com 7,3%. A indústria, ao contrário, apresentou queda, o consumo diminuiu 1,7%.

Em termos gerais, no período, o país consumiu 458.459 Gigawatts/hora (Gwh), em 2013, e 471.751 GWh em 2014, um aumento de 13.292 GWh. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (30), na Resenha Mensal de Energia Elétrica, publicada pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Nos 12 meses até setembro, o maior crescimento percentual coube à Região Norte, com 8,7%, seguida pelo Centro-Oeste (5,5%), Sul (5,4%) e Nordeste (1,9%). A Região Sudeste, que concentra 52% do consumo energético nacional, cresceu 1,3% no período.

Leia também:  Concessionária estima investimentos de R$ 292 bi para melhorar malha rodoviária

No Sudeste, o segmento industrial registrou uma queda expressiva no consumo energético, de 3,4%, em 12 meses. Na comparação do mês de setembro deste ano com outubro do ano passado, o declínio no Sudeste é ainda maior, 9%.

Os dados completos podem ser acessados na página da EPE na internet.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.