Tenente Murilo, major Josadack e major Handson - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Tenente Murilo, major Josadack e major Handson – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Os altos números de roubo a pessoa cometidos em Rondonópolis nos últimos meses têm chamado a atenção das autoridades de segurança. Só no último trimestre foram 528 casos, que dá uma média de quase seis vítimas por dia. Por isso, a Polícia Militar (PM) faz um alerta, mas culpa a demora na liberação do pátio do Detran como um dos motivos pela elevação deste tipo de crime.

De acordo com o major da PM Josadack, o principal produto roubado é o smartphone, isto é, desde de que o alvo seja fácil. Contudo, Josadack sugere que os rondonopolitanos devam mudar alguns hábitos.

“Deixar de andar sozinho e não caminhar mexendo em aparelhos telefônicos, principalmente em aplicativos que geram distração podem evitar esse tipo de prática. Hoje o comportamento é como se estivesse em uma cidade pequena, e não pode ser assim já que a cidade cresceu”, acrescentou.

Leia também:  Nortox volta atuar em Rondonópolis após decisão do Tribunal de Justiça de MT

Quanto as vítimas, o major Handson explicou que existem vários perfis, mas as principais vítimas são mulheres e estudantes.

“Na maioria, esses criminosos simulam estarem armados e são presos diversas vezes, mas como o judiciário entende que roubo a pessoa na maioria são crimes ‘pequenos’, logo os suspeitos estão de volta na rua”, destacou Handson.

Josadack também acrescenta que o fato de o pátio do Detran não estar liberado, contribui neste tipo de crime.

Josadack destaca a importância da prevenção - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Josadack destaca a importância da prevenção – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

“Se eu tirar a moto do criminoso atrapalha na prática, consequentemente, menos pessoas são vítimas. Porém sem espaço eu não posso fazer o recolhimento”, apontou Josadack.

Hoje a Polícia Militar em Rondonópolis conta com um efetivo de cerca de 300 homens, que são divididos basicamente em várias escalas, operacional e férias.

Leia também:  Festrilha 2017 supera expectativas e atrai mais de seis mil pessoas em Rondonópolis

HORÁRIOS E LOCALIDADES

Os bairros e regiões com maiores índices desta modalidade de roubo a pessoa são: Centro, Vila Aurora, Vila Operária, Conjunto São José e Jardim Atlântico. Os horários de picos são entre 18h e 00h e os dias são segunda, terça e sexta-feira.

“Apesar de sabermos o horário e fazermos rondas ostensiva, o crime migra de lugar e horário”, lamentou o tenente da PM Murilo, responsável pelas estatísticas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.