O governo vai renegociar R$ 130 bilhões dos empréstimos concedidos pelo Tesouro Nacional ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), de acordo com reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo” publicada nesta terça-feira (14).

Segundo o jornal, o banco vai ganhar mais tempo para começar a pagar a dívida. Assim, o BNDES vai conseguir mais folga no caixa e a União vai reduzir a necessidade de um novo empréstimo ainda neste ano.

Os repasses vêm sendo feitos desde 2009 para garantir crédito barato às empresas e estimular o crescimento da economia. Segundo o jornal, a autorização para renegociação da dívida foi incluída no texto da Medida Provisória nº 651, que deve ser votada hoje na Câmara dos Deputados.

Leia também:  Mato Grosso ultrapassa SP e se torna o maior exportador de carne bovina do Brasil

De acordo com o último dado disponível, a dívida do BNDES com o Tesouro somava R$ 451,1 bilhões em agosto, o equivalente a 8,9% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.