Hussein - Foto: Arquivo AGORA MT
Hussein – Foto: Arquivo AGORA MT

O suplente de vereador Hussein Daud (PP), que foi sequestrado no início da noite desta segunda-feira (20) e resgatado após sofrer um acidente juntamente com os criminosos, recebeu alta do neurologista na manhã desta terça-feira (21), no entanto, a equipe médica decidiu mantê-lo internado no hospital em observação, já que ele fraturou um osso de sua costela. A informação foi repassada pela esposa de Hussein, Rosana Logrado.

TODOS OS DETALHES DO CASO AQUI – Suplente de vereador é sequestrado em Rondonópolis

Em entrevista ao Site AGORA MT, Rosana contou em detalhes, o trauma que o marido passou enquanto esteve em poder dos criminosos.

“Ele me contou que já na estrada, o bandido que estava dirigindo fazia ‘zig zag’ na pista e ameaçava bater a caminhonete contra uma carreta”, disse ela.

Leia também:  Motorista tenta ultrapassagem e acaba com carro prensado por dois caminhões

Ainda de acordo com Rosana, instantes antes de capotar o veículo o suspeito dizia que queria morrer e sugeriu que todos colocassem o cinto de segurança pois ele ia tombar a caminhonete.

“Hussein que estava sentado no banco de trás, e nervoso não conseguia colocar o cinto. O outro comparsa, que estava ao lado e mais calmo auxiliou meu marido a pôr o dispositivo de segurança. Logo após colocar o cinto, o veículo saiu da pista e capotou, e o motorista que queria morrer, morreu”, afirmou Rosana.

Agora a família irá tentar se recuperar do trauma. “Graças a Deus tudo terminou bem”, finalizou.

SUSPEITO VIVO

Suspeito sendo transferido para o Hospital de Guiratinga - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Suspeito sendo transferido para o Hospital de Guiratinga – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O suspeito Wellington Thiago Vieira, que ficou vivo após o capotamento, mas teve que ser internado no hospital municipal de Guiratinga, Oswaldo Cruz, foi transferido na tarde de hoje (21) para o Hospital Regional de Rondonópolis. Wellington teve fratura na perna e um ferimento no abdômen.

Leia também:  Polícia recupera carga de madeira e integrante de quadrilha é preso

PJC

Delegado Edson Peixoto fala sobre o caso - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Delegado Edson Peixoto fala sobre o caso – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O delegado titular de Guiratinga, Edson Peixoto Arthur, explicou que está no aguardo de laudos da Perícia Técnica para começar a investigação. A princípio, a Polícia Judiciária Civil (PJC) irá apurar todas as possibilidades, sendo sequestro pessoal ou roubo de veículo.

“Vamos começar o inquérito ouvindo as partes, tanto a vítima, como o suspeito que sobreviveu”, comentou o delegado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.