A juíza eleitoral, Maria Mazarelo, confirmou novamente a aplicação do projeto Cidade Limpa, que proíbe que sejam espalhados santinhos nas ruas de Rondonópolis.

Mazarelo recordou que o projeto foi aplicado com bons resultados nas últimas eleições e acredita que os partidos irão colaborar para que as ruas da cidade não sejam infestadas com santinhos dos candidatos.

A magistrada reforça que além da poluição da cidade os santinhos também configuram “boca de urna” e podem interferir no voto do eleitor que tem que estar consciente na escolha do candidato que deverá representá-lo.

Neste sábado (04) os partidos deverão entregar à justiça eleitoral as sobras das campanhas para que seja retidos e posteriormente inutilizados e evitar a agressão com a quantidade de papeis que eram espalhados pela cidade.

Leia também:  18° GAC realiza exposição em comemorações à 'Semana do Soldado'

De acordo com a juíza, os candidatos que tiverem santinhos distribuídos ou as pessoas que forem pegas espalhando os folhetos nas ruas serão penalizadas, pois a prática configura “boca de urna” e a Policia Federal irá atuar na situação.

Colinha

Apesar de ser proibida a distribuição de santinhos, Mazarelo aconselha que os eleitores levem consigo o nome e número dos candidatos que votarão, para que se esqueçam os números a serem votados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.