As mensalidades das escolas particulares ficarão mais caras em Rondonópolis a partir de 2015. Cada escola é livre para decidir o índice de reajuste que será aplicado as mensalidades, mas os motivos precisam ser apresentados aos pais. O aumento sem justificativa podem gerar multas e problemas com a justiça, explicam os representantes da Proteção e Defesa do Consumidor (Procon).

Além do aumento no valor das mensalidades haverá mais mudanças. As escolas não podem exigir que os pais comprem produtos de uso coletivo, como por exemplo, o de limpeza ou higiene pessoal. Mas, ao mesmo tempo, os colégios vão adquirir esses materiais e podem cobrar os gastos com as mensalidades.

Leia também:  Termina nesta quarta prazo para empregador doméstico pagar o eSocial

Ainda conforme o Procon, as composições dos preços devem ser informadas por uma planilha que deve ficar à disposição para consulta. Na planilha deve conter os custos que a escola vai ter no ano de 2015, como água, luz, telefone, salário dos professores, novos modelos didáticos, entre outros, tudo em forma de justificar o novo preço proposto pela instituição.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.