A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) revisou a previsão de crescimento nas vendas para o Natal de 2014. Segundo a nova projeção da entidade, as vendas para o fim do ano devem movimentar R$ 31,7 bilhões no comércio – 2,6% a mais do que no Natal de 2013 – a previsão anterior era de 3% de crescimento nas vendas.

A expectativa de crescimento menor nas vendas para o fim do ano também deve ter impacto na contratação de trabalhadores temporários. De acordo com a revisão da CNC, o setor deverá oferecer 138,4 mil vagas de emprego(anteriormente, a CNC previa a geração de 138,7 mil vagas). Do total, cerca de 22,8 mil (17,3%) deverão ser efetivados nos meses seguintes ao Natal – percentual menor que a média dos últimos cinco anos, de 20,3%. O menor grau de absorção de temporários pode ser explicado, principalmente, pela expectativa de crescimento moderado das vendas nos próximos meses.

Leia também:  BNDES abre linha de crédito para pequenas empresas atuarem na China

Com previsão de criação de 66,2 mil vagas, o ramo de vestuário e calçados deverá oferecer quase a metade (47,8% do total) das vagas voltadas para o final de ano no varejo. Em dezembro, o faturamento do setor costuma crescer 90% em relação ao mês anterior, devido ao fator sazonal. Em relação ao mesmo período de 2013, no entanto, o crescimento real das vendas de vestuário deverá ser modesto (+1,0%)

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.