Os deputados estaduais eleitos no último dia 5 de outubro vão se reunir hoje (13), em Cuiabá, para discutir a linha de atuação a partir de 2015. O PMDB que faz parte da atual base do Governo e que teve o seu candidato, Lúdio Cabral (PT), derrotado nas urnas deve seguir como oposição na Assembleia Legislativa (AL).

O presidente estadual do PMDB, deputado federal reeleito Carlos Bezerra já deu sinais de que o Partido não vai facilitar a vida do novo eleito a governador, Pedro Taques (PDT). “Vamos fazer uma oposição sem radicalismo, coerente, mas cobrando os compromissos que foram feitos publicamente”, declara Bezerra.

O novo grupo de oposição da AL  que começa os trabalhos a partir de fevereiro de 2015,  deve ter 13 parlamentares oposicionistas, contra 11 situacionistas. Do lado da oposição estão os cinco deputados do PR, quatro do PSD, três do PMDB e um do Solidariedade. Já o bloco governista será formado pelo PSDB e PSB que elegeram três parlamentares cada, além do PDT e PV, cada um com dois integrantes. O DEM também conta com apenas um membro na Assembleia.

Leia também:  Após pedido do vereador Rodrigo da Zaeli repasse é feito pelo Governo do Estado para retomada de obras

Mas esse cenário pode inverter uma vez que os partidos fazem cálculos para verificarem quais deputados eleitos perderiam vagas para a entrada de Valdir Barranco e Altir Peruzzo, ambos do PT.  Os petistas tiveram votação expressiva e lutam com a Justiça para conseguir reverter a impugnação do registro de candidatura.

De olho na disputa da Mesa Diretora, Bezerra afirma que é importante formar uma chapa forte entre os oposicionistas. O atual 1º secretário Mauro Savi (PR) e Romoaldo Junior (PMDB), que assumiu a presidência quando José Riva (PSD) esteve afastado do posto pela Justiça estão entre os mais cotados para o comando na AL. “Temos deputados para manter o comando da Assembleia. Vamos discutir com todos os partidos aliados”, conta Bezerra.

Leia também:  Senador Renan deixa liderança do PMDB e diz que Temer não tem credibilidade

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.