Todo madeiramento da ponte foi queimado - Foto: Reprodução
Todo madeiramento da ponte foi queimado – Foto: Reprodução

Queimada há quase uma semana, a ponte sobre o córrego Dantas, localizada na MT-340 a cerca de 16 quilômetros de Paraíso do Leste, distrito de Poxoréu, não tem previsão para ficar pronta. A mesma foi alvo de vândalos na madrugada do dia 9 de outubro e teve todo o madeiramento queimado.

Em entrevista ao Site AGORA MT, o chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Poxoréu, Jailton Xavier, comentou o assunto. Para ele, quem cometeu esse ato foi imprudente, por isso, foi registrado um Boletim de Ocorrência.

“Isso foi um manifesto irresponsável, não é assim que se resolve as coisas. Para restaurar a ponte seria gasto em torno de R$ 10 mil, agora para reconstruir será gasto R$ 100 mil”, alegou.

Leia também:  Vacinação contra H1N1 estará disponíveis em praças e terminais de ônibus de Cuiabá

Jailton explicou que como o nível do córrego está baixo e que por isso foi feito um desvio ao lado para que os produtores rurais não fiquem desamparados.

“Não tem um prazo de construir uma nova, até porque não é de competência do município e sim do Governo do Estado. Mas já estamos articulando para acelerar este processo”, confirmou o chefe de gabinete.

Atualmente o município de Poxoréu conta com 192 pontes. “Destas nós já arrumamos 40 e quatro foram refeitas”, concluiu Jailton.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.