Rondonópolis terá a Orquestra Sinfônica Jovem, integrada ao Instituto Ciranda. Em reunião nesta sexta-feira (3), no gabinete, o prefeito Percival Muniz recebeu o violoncelista de sucesso internacional, que será o coordenador do projeto, Luiz Hernane Barros de Carvalho, e o secretário Municipal de Cultura, Luciano Carneiro para definir os detalhes finais para a compra dos instrumentos musicais para a formação da orquestra.

Percival Muniz deseja que a Orquestra Sinfônica Jovem de Rondonópolis comece a funcionar o mais rápido possível. Para isso, já liberou que sejam iniciados os trâmites legais para a licitação da compra dos instrumentos musicais.

O futuro coordenador da orquestra rondonopolitana se diz entusiasmado em voltar a viver em Rondonópolis, para ensinar música para os jovens locais. Carvalho saiu de Rondonópolis há 23 anos e vive hoje em Amsterdã, na Holanda. O violoncelista é formado pelo Conservatório Real de Aia, Conservatório de São Francisco e pela Mannes School of Music em Nova York.

Leia também:  PRF recupera camionete roubada em Rondonópolis

Segundo o secretário Municipal de Cultura, o projeto da Orquestra Sinfônica Jovem de Rondonópolis atenderá 150 crianças e jovens até 18 anos e funcionará de forma conjunta com as Secretarias Municipais de Educação e Promoção e Assistência Social.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.